Vídeos evangélicos grátis no TelaGospel
Bem vindo
Login / Registrar

Devocionais


  • Caminhos do coração

    “porque, onde está o teu tesouro, aí estará também o teu coração.” (Mateus 6:21 ARA)
    O nosso cérebro é um armazém! Ele guarda (grava) tudo aquilo que queremos e até o que não queremos.
    Aquilo que valorizamos fica mais fácil de gravar, e aquilo que mais acumulamos, toma conta do nosso coração (sentimentos).
    Podemos entender que os sentimentos são a origem das nossas ações, mas qual é a origem dos sentimentos?


    Aqui mora um segredo: “nossos sentimentos possuem origens”, podem ser memórias, situações que vivemos e as nossas preocupações.

    Conforme reagimos aos sentimentos, criamos “caminhos” de escape das emoções. Fazendo uma analogia com uma praça, ou em um jardim, onde se passa mais vezes, não nasce grama. Isso explica um pouco as reações que temos. Elas acabam se transformando em reflexos, como os esportistas que desenvolvem técnicas para aperfeiçoar-se nos esportes.
    O que fazer com os reflexos negativos? As reações de raiva, tristeza, angústia?
    Slm 139:23-24 Sonda-me, ó Deus, e conhece o meu coração; prova-me, e conhece os meus pensamentos; vê se há em mim algum caminho perverso, e guia-me pelo caminho eterno.
    Veja que o salmista fala em “caminho perverso”. São caminhos no nosso coração. Ligações (links) entre memória->emoção->reação.
    O salmista pede a Deus que identifique os caminhos, e mostre as origens das reações, os motivos, as memórias, e assim tem onde melhorar.
    Identificar as origens já é parte da solução, basta agora apresentar a Deus e pedir alternativas de como outro caminho pode ser criado ou mesmo curar alguma ferida, alguma situação que requeira perdão, ou um conserto mais detalhado.
    Deus quer nos dar caminhos eternos para que as nossas emoções sejam saudáveis, vindas das fontes de vida!
    Prv 4:23 Guarda com toda a diligência o teu coração, porque dele procedem as fontes da vida.
    Para isso precisamos nos encher colocar no nosso baú novos itens, tesouros verdadeiros (louvores, palavras, pensamentos novos), alimentos do alto.
    Mat 4:4 Mas Jesus lhe respondeu: Está escrito: Nem só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que sai da boca de Deus. Leia mais »
  • Preparando o encontro com Deus

    Todos nós, cristãos verdadeiros, necessitamos de um encontro com Deus. A base do cristianismo é o relacionamento com o nosso Pai Celestial, contudo, por que as experiências mais profundas parecem tão longínquas? O que nos falta? O que prende a nossa atenção? O que nos distrai?
    Necessitamos de um Peniel (que significa face a face), um encontro pessoal com Deus, onde o nosso nome pode ser mudado, ou nosso maior osso, o da coxa, poderá ser deslocado, e somos marcados para sempre.


    Foi o que aconteceu com Jacó, cujo o significado do nome é suplantador, e seu nome foi mudado para Israel, significando que reinará como Deus, isto é, príncipe de Deus. Nada mais marcante que isso.

    O encontro relatado no capítulo 32 de Genesis, não foi escrito sem o propósito, muito pelo contrário, nos ensina em cada um de seus detalhes. O que mais me marcou nestes últimos dias foi a preparação de Jacó.
    Nos versículos 22 a 24 lemos:

    Gên 32:22-24 Naquela mesma noite levantou-se e, tomando suas duas mulheres, suas duas servas e seus onze filhos, passou o vau de Jaboque. Tomou-os, e fê-los passar o ribeiro, e fez passar tudo o que tinha. Jacó, porém, ficou só; e lutava com ele um homem até o romper do dia.

    É verdade que ele enviou presentes na frente para encontrar seu irmão Esaú, e tenha enviado suas esposas e filhos na frente para conquistar algum perdão, porém, o que chama muito a atenção é que ele ficou só, do outro lado.
    É disso que precisamos! Não pode haver nada entre nós e Deus! Devemos criar uma forma de tudo sair do nosso coração, principalmente as coisas materiais! Ele abriu mão de tudo, ele precisava de um encontro verdadeiro. Ele viu passar por ele tudo o que havia conquistado, sua vida passou na sua frente como um filme, e ele se entregou completamente.

    Tudo isso aconteceu no vale de Jaboque, que significa derramar tudo, esvaziar. É isso mesmo, precisamos nos esvaziar de tudo, do que somos, do que temos, e mergulhar de coração na busca por um encontro verdadeiro e marcante. Leia mais »
  • A resposta de Deus


    E será que antes que clamem eu responderei; estando eles ainda falando, eu os ouvirei. (Isaías 65:24)
    Deus promete resposta imediata? Será que a resposta aos nossos pedidos de oração não demora demais? Que tempo é esse referido no texto?


    Estas e outras perguntas vêm à nossa mente quando lemos Isaías 65, primeiro vale ressaltar que o texto profético refere-se ao tempo no qual Deus há de restaurar todas as coisas, não se trata de um tempo cronológico, sua perspectica é futura, próxima e ou mesmo tempo distante uma vez que seu cumprimento refere-se às profecias messiânicas em todos os seus aspectos, sejam temporais, físico-materiais e até esperituais e eternos. Quero destacar que quando afirmo a proximidade que o texto nos apresenta há uma fuga do tempo e uma volta aos atributos de Deus que embora seja trnscendente realça o caráter constante de sua imanência uma vez que todo o tempo está sob as vistas do Eterno, portanto, podemos concluir que o tempo não é o mais importante da profecia e sim a certeza da presença e proximidade de Deus.
    A proximidade é característica da comunhão que se tem com o Eterno e, nessa comunhão há um partilhar de características do próprio Deus que traz conversão, justificação e santidade à vida do adorador (homem).
    Lembre-se que o Reino de Deus, em Cristo Jesus, já está entre nós, basta ao adorador revestir-se de toda armadura de Deus, transformar-se pela renovação da mente que esta comunhão espiritual gera, para orar segundo a mente de Deus e ser atendido por Deus de forma imediata e sem tardança, uma vez que os nossos propósitos estarão em conformidade com os de Deus, pela intercessão, que não se pode exprimir, do Espírito Santo.
    Não haverá mais demora, pois todas as nossas anciedades, confiança e descanso estarão nEle. Para que essa promessa seja efetiva em nossa vida é necessário manter comunhão com Deus tão somente. Viva nessa perspectiva.
    rev. Sérgio Roberto Pinheiro Gomes
    13.08.2010
    Leia mais »
  • Em Busca de Prazer

    “O Senhor é a minha força e o meu escudo; nele confiou o meu coração, e fui socorrido; pelo que o meu coração salta de prazer, e com o meu cântico o louvarei (Salmos 28:7).

    Prazer, um motivo mágico que envolve e impulsiona grande parte da humanidade. Saem estes em busca da sua realização e, às vezes, estão dispostos a pagar o preço que for necessário!


    Quem sabe vou realizar o meu sonho através das drogas, pensam uns. Outros o buscam no jogo, na tentativa de “tirar a sorte grande”, e até em “um bom casamento” o prazer é buscado!

    Tudo que o homem fizer, em busca de alcançar seus ideais, só será verdadeiramente completado se Deus estiver no comando, dirigindo e abençoando, pois, apenas debaixo da graça do Senhor poderemos alcançar a verdadeira felicidade e prazer!

    Philip Mauro, um advogado de Nova Iorque, que havia se tornado um cético, dirigiu-se ao longo da Broadway em direção a um teatro, em busca de prazer. Enquanto estava na fila, esperando para adquirir seu ingresso, um poder
    irressistível o moveu dali, levando-o em direção a um som melodioso que o envolvia totalmente. Chegando ao local onde a música era cantada, entrou e sentou-se para acompanhar a reunião que ali se realizava. Ouviu coisas simples sobre condição humana, modo de vida e condenação de pecados e, naquela noite do dia 24 de maio de 1903, ele reconheceu que era um pecador, aceitou a graça de Deus e decidiu-se por Cristo. Sua vida foi dedicada a pregação das Boas Novas para todos.

    As ofertas de prazer do mundo são passageiras e inconsistentes. Eu quero um regozijo que permaneça eternamente em meu coração!

    Autor: Paulo Roberto Barbosa Leia mais »
  • Um novo rumo

    Um Novo Rumo

    Por amor a Sião não posso ficar calado, por amor a Jerusalém não posso ficar quieto, até que desponte como a aurora a sua justiça e como tocha acesa sua salvação. As nações verão tua justiça e todos os reis tua glória. Receberás um nome novo que a boca do Senhor determinará. Serás uma coroa magnífica na mão do Senhor e uma tiara real na destra de teu Deus. Já não te chamarão “Repudiada”, e tua terra já não será chamada “Abandonada”; serás chamada, isto sim, “Minha favorita”, e tua terra terá o nome de “Desposada”. Pois o Senhor te concede o seu favor, e tua terra será desposada.


    Pois como o jovem se casa com uma moça, assim o teu arquitecto te desposa, e como o noivo se alegra com a noiva, teu Deus se alegra contigo. (Isaías 62.1-5)

    Esse texto fala da restauração da nação de Israel. Fala da restauração dos abandonados.
    É bom notar que o texto fala que a nação já não será chama de repudiada. Não será mais chamada da que foi largada e rejeitada. Não é mais a abandonada. Não é mais largada e deixada de mão. É agora a favorita, a desposada.
    Em que esse texto se relaciona com a minha vida?
    Primeiro, como a nação de Israel eu também já sofri o desprezo e o abandono. Já fui repudiado por pessoas e fiquei só. Este é um sentimento que todos nós já sentimentos. É a dor da separação.
    Segundo, o Deus que se manifestou para salvar Israel, também se manifestou para salvar a minha vida. Ele veio para fazer justiça por mim. Ele morreu na cruz pagando o preço pelos meus erros. Ele é a minha salvação.
    Terceiro, como a nação de Israel foi chamada de favorita de Deus, eu também sou chamado de seu favorito. Ele me escolheu para Si. Ele manifestou a sua graça sobre mim. Deus manifestou a sua graça a humanidade na pessoa de Jesus. Ele mostra a cada ser humano a sua graça. Ele quer que todos sejam salvos e justificados.
    Quarto, do mesmo modo que a nação de Israel viveria em alegria, o Senhor alegra a minha vida. O texto fala de um casamento. Deus dá um novo nome. Isso significa um novo começo. Nova direcção na vida. É deixar o passado de tristeza e começar vida nova. Deus deseja conceder vida nova a todos que O aceitam. Ele quer dar-te alegria de viver.
    Deus quer alegrar-se com o ser humano e não irar-se. Deus é um Deus de amor.
    Sendo assim, é tempo de seguir por um novo rumo. É tempo de caminhar com Deus e desfrutar a alegria do Senhor.
    Uma palavra de Oração:
    Senhor é verdade que na vida já passei por muitas decepções. Fui abandonado, repudiado e trocado. Zombaram de mim. Fiquei só, sem saber que direcção seguir. A tristeza encheu minha vida. Estava como o povo de Israel.
    Tu vieste a este mundo. Vieste trazer a justiça. Mostraste o teu amor. Salva-me Senhor. Manifesta a tua glória em mim. Ampara-me e leva-me para junto de ti. Manifesta o teu favor para comigo. Restaura a minha vida. Dá-me a tua alegria. Dá-me um novo rumo. Ajuda-me Senhor e faz com que eu possa caminha na tua graça, justiça e alegria, para que o mundo veja a tua glória em mim.
    Que seja assim para a honra e glória de Jesus.

    Autor: Marcos Amazonas dos Santos

    Leia mais »
RSS